DEGENERAÇÃO HEPATOLENTICULAR: UM RELATO DE CASO

Um relato de caso

Palavras-chave: Doença de Wilson, Metabolismo do cobre, Ceruloplasmina, Gene ATP7B

Resumo

Introdução: a Degeneração Hepatolenticular, conhecida como Doença de Wilson (DW), trata-se de um distúrbio autossômico recessivo raro do metabolismo de cobre, com prevalência de 1:30.000 nascidos-vivos, acomete principalmente jovens adultos. Os pacientes podem apresentar distúrbios psicomotores, oftalmológicos, doenças psiquiátricas atípicas, hemólise inexplicada, doença hepática sem outra causa aparente. Relato e discussão do caso: Paciente de 27 anos, masculino, diagnosticado com DW aos 22 anos de idade. Iniciou o quadro com queixa de elevação de pressão arterial, dislalia e ansiedade. Exames de imagens constataram depósitos de material ferromagnético nos globos pálidos, putâmens e cabeça dos núcleos caudados associadas a alteração simétrica do sinal das margens dos núcleos basais, da face posterior das cápsulas internas, mesencéfalo, ponte, bulbo e pedúnculos cerebelares superior e médio. Paciente em uso de trientina há 4 anos, encontra-se estável, porém com déficits motores. Conclusões: a DW é uma enfermidade rara e seu diagnóstico precoce implica um elevado nível de suspeita clínica em todos os pacientes, principalmente em jovens que apresentem anormalidades hepáticas e sintomas neuropsiquiátricos atípicos. O diagnóstico precoce é difícil, porém imprescindível para o tratamento específico, melhorando o prognóstico dos pacientes e evitando a progressão da doença para formas graves de doença hepática e neurológicas.

Referências

BRASIL. Ministério da Saúde. Protocolo clínico e diretrizes terapêuticas: Doença de Wilson. Portaria SAS/MS nº 9, de 27 de março de 2018. Disponível em: http://portalarquivos2.saude.gov.br/images/pdf/2018/abril/09/Portaria-Conjunta-PCDT-Doenca-de-Wilson.pdf. Acesso em: 5 set. 2018.

BREWER, G.J. Doença de Wilson. In: Harrison TR (Org.). Medicina Interna de Harrison. 18ed. Porto Alegre: AMGH, 2013.

FAG. Manual para elaboração e apresentação de trabalhos acadêmicos. 4. ed. Cascavel: FAG – Faculdade Assis Gurgacz, 2011.

FERNANDES, V.F.F. Dificuldades do diagnóstico e tratamento da Doença de Wilson. Porto, 2016.38f. Dissertação (Mestrado Integrado em Medicina - Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar) - Universidade do Porto. Disponível em: https://repositorio-aberto.up.pt/bitstream/10216/90749/2/173684.pdf. Acesso em: 15 mai.2019.

KALER, S.G. Doença de Wilson. In: Goldman L.; Ausiello D.(0rg.). Cecil Medicina. 23 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

MENKES, J.H. Transtornos do metabolismo dos metais: degeneração hepatolenticular. In: Rowland L.P.; Pedley T.A. Merrit tratado de neurologia. 12ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.

SCHILSKY, M. L. Wilson disease: clinical manifestations, diagnosis and treatment. Revista Clinical Liver Disease, vol 3, ed. 5, p. 104-108. Maio, 2104. Disponível em: https://aasldpubs.onlinelibrary.wiley.com/doi/full/10.1002/cld.349. Acesso em: 17 ago. 2018. https://doi.org/10.1002/cld.349

SILVÉRIO, A.S.D.; COUTO, T.S.; OLIVIERA, J.M.P. Síndrome de Wilson: relato de caso. Periódicos Universidade de São Paulo, vol 51, n. 1, p. 75-81. Set, 2018. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/rmrp/article/view/150085. Acesso em: 21 out. 2018. DOI: https://doi.org/10.11606/issn.2176-7262.v51i1p75-81

SILVESTRE, R.C.; LIMA, M.S.; RIGONI, A.M.; BASTIANELLO, A.P.P.; OLIOSO, A.C.; DANTAS, J.M.M. Doença de Wilson em um adulto jovem: relato de caso e revisão de literatura. Revista Gastroenterologia Endoscopia Digestiva, vol 37, n. 2, p. 21-25. Abr/Jun, 2018. Disponível em: http://sbhepatologia.org.br/pdf/37-01.pdf. Acesso em: 05 set. 2018.

Publicado
2019-12-20
Como Citar
Muraoka, S., & Cavalli, L. (2019). DEGENERAÇÃO HEPATOLENTICULAR: UM RELATO DE CASO. FAG JOURNAL OF HEALTH (FJH), 1(4), 154-160. https://doi.org/10.35984/fjh.v2i1.113
Seção
Relatos de caso