A PRAXIS DA FISIOTERAPIA NO PROGRAMA HIPERDIA: CONCEITOS E DIRETRIZES

  • Bruna Evlyn Hack
  • Bruna Rodrigues Nakajima
  • Marcelo Taglietti Centro Universitário FAG
Palavras-chave: Fisioterapia, Diabetes, Hipertensão

Resumo

 Introdução: Atualmente, a hipertensão arterial e a diabetes mellitus constituem a principal causa de morbimortalidade na população brasileira. Dessa forma, é necessária a elaboração de ações direcionadas a contornar essa grave situação de saúde pública, criando estratégias para promoção e prevenção. O programa Hiperdia é destinado ao cadastramento e acompanhamento dos portadores de doenças crônicas não transmissíveis, promovendo orientações e promoção de saúde. Objetivo: identificar as possíveis atuações do fisioterapeuta dentro do programa de saúde pública Hiperdia, criar propostas mais específicas, com diretrizes de atuação profissional. Método: O estudo trata- se de uma revisão interativa que aconteceu a partir de uma busca detalhada, realizada nas bases de dados: Scientific Electronic Library Online (Scielo), Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MedLine /PubMed) e sites do Ministério da Saúde. Resultados: Inegável é a necessidade de se investir na prevenção destas doenças crônicas e a participação do fisioterapeuta pode ser benéfica neste contexto. Conclusão: Portanto, em virtude do tamanho modesto de materiais encontrados abordando a atuação do fisioterapeuta no programa Hiperdia, é importante enfatizar a necessidade de mais estudos abordando o tema, visando esclarecer o papel do profissional em cada nível de atenção à saúde.

Referências

AMORIM SERPA, Eliane; DANTAS DE LIMA, Ana Carollyne; DORNELAS DA SILVA, Ângela Cristina. Terapia ocupacional e grupo hiperdia. Journal of Occupational Therapy / Cadernos Brasileiros de Terapia Ocupacional. 2018. Disponível em: <http://web.a.ebscohost.com/ehost/pdfviewer/pdfviewer?vid=1&sid=cfe95ddb-f85b-4f8a-91e2-45f655a07e5d%40sdc-v-sessmgr02>. Acesso em: 1 abr. 2019.

AUGUSTO, Viviane Gontijo et al. Promoção de saúde em unidades básicas: análise das representações sociais dos usuários sobre a atuação da fisioterapia. Scielo. Divinópolis, 2009. Disponível em:<https://www.scielosp.org/article/csc/2011. v16suppl1/957-963/pt/>. Acesso em: 3 abr. 2019.

BARRETO, Mayckel da Silva et al. Não utilização de consultas de rotina na Atenção Básica por pessoas com hipertensão arterial. Scielo, 2016. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/csc/v23n3/1413-8123-csc-23-03-0795.pdf>. Acesso em: 17 abr. 2019.

BATISTA SILVANO, vinicíus. A inserção do fisioterapeuta na estratégia da saúde da família (esf), na cidade de barroso-MG. UFJF. 2018. Disponível em: <http://hermes.cpd.ufjf.br:8080/jspui/bitstream/ufjf/8740/1/viniciusbatistasilvano.pdf>. Acesso em: 8 abr. 2019.

BISPO JÚNIOR, J.P. Fisioterapia e Saúde Coletiva: desafios e novas responsabilidades profissionais. Ciência e Saúde Coletiva [periódico na internet] (2007/Set). [Citado em 10/04/2019]. Está disponível em: <http://www.cienciaesaudecoletiva.com.br/artigos/fisioterapia-e-saude-coletiva-desafios-e-novas-responsabilidades-profissionais/1169?id=116> Acesso em: 3 abr. 2019.

CEZÁRIO ALVES JÚNIOR, Ailton. Consolidando a rede de atenção às condições crônicas: experiência da rede hiperdia de minas gerais. organização pan-americana da saúde / organização mundial da saúde. Brasília, 2011. Disponível em:<http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/consolidando_rede_atencao.pdf>. Acesso em: 1 abr. 2019.

FERNANDEZ, Darla Lusia Ropelato et al. Programa hiperdia e suas repercussões sobre os usuários. Revista Baiana de Enfermagem. Salvador, v. 30, 11 jul. 2016. Disponível em:<HTTPS://portalseer. ufba.br/index.php/enfermagem/article/view/17156>. Acesso em: 10 abr. 2019.

GOMES, Ângela. Programa Hiperdia. Ministério da Saúde. Disponível em:<https://www.minsaude.gov.cv/index. php/documentosite/eventos/encontro-de-trabalho-do-ministerio-da-saude-e-da-seguranca-social-realiza-durante-esta-semana-de-8-a-12-de-agosto-de-2016-1/387-angelagomesap-hiperdia-c-velha/file>. Acesso em: 20 mar. 2019.

HIPERDIA. Portal da Saúde. DATASUS. Disponível em: <http://datasus.saude.gov.br/sistemas-e-aplicativos/epidemiologicos/hiperdia>. Acesso em: 26 mar. 2019.

HIPERDIA: Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos. DATASUS. Disponível em: <http://datasus.saude.gov.br/sistemas-e-aplicativos/epidemiologicos/hiperdia>. Acesso em: 20 mar. 2019.

IBGE. Doenças crônicas atingem quase um terço da população brasileira. Agência IBGE Notícias. Disponível em:<https://agenciadenoticias. ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/12941-asi-doencas-cronicas-atingem-quase-um-terco-da-populacao-brasileira>. Acesso em: 1 abr. 2019.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Cadernos de Atenção Básica: Caderno 7. Brasília, 2001. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/cd05_06.pdf>. Acesso em: 26 mar. 2019.

MINISTÉRIO DA SAÚDE. Diretrizes e Recomendações para o Cuidado Integral de Doenças Crônicas Não-Transmissíveis: Promoção da Saúde, Vigilância, Prevenção e Assistência. Brasília – DF, 2008. Disponível em:<http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/diretrizes_recomendacoes_cuidado_doencas_cronicas.pdf>. Acesso em: 26 mar. 2019.

NEVES, Laura Maria Tomazi; ACIOLE, Giovanni Gurgel. Desafios da integralidade: revisitando as concepções sobre o papel do fisioterapeuta na equipe de Saúde da Família. Interface - Comunicação, Saúde, Educação, v. 15, p. 55, jun. 2011. Disponível em:<http://www.scielo.br/pdf/icse/2011nahead/aop1011>. Acesso em: 17 abr. 2019.

NOGUEIRA, Paula Roberta. plano de ação para o aumento e efetivação da participação dos usuários hipertensos e diabéticos ás reuniões do grupo operativo do hiperdia no município de piranga - MG. NESCON. Minas Gerais, 2013. Disponível em:<https://www.nescon.medicina.ufmg.br/biblioteca/imagem/4169.pdf>. Acesso em: 20 abr. 2019.

SALES, Raphaela Di Cavalcanti. O papel do fisioterapeuta residente multiprofissional em saúde da família: um relato de experiência. Revista de APS, v. 19, 2016. Disponível em:<http://ojs2.ufjf.emnuvens.com.br/aps/article/view/15451/8125>. Acesso em: 10 abr. 2019.

SUS. Portal Principal de Noticias da Saúde. Disponível em:<http://portalms.saude.gov.br/sistema-unico-de-saude>. Acesso em: 19 mar. 2019.

SUS: Princípios e Conquistas. Ministério da Saúde. Brasília, 2000. Disponível em: <http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/sus_principios.pdf>. Acesso em: 19 mar. 2019.

SUS DE A A Z: Atendimento. FIOCRUZ. Disponível em:<https://pensesus. fiocruz.br/atendimento>. Acesso em: 20 mar. 2019.

Publicado
2020-03-31
Como Citar
Hack, B., Nakajima, B., & Taglietti, M. (2020). A PRAXIS DA FISIOTERAPIA NO PROGRAMA HIPERDIA: CONCEITOS E DIRETRIZES. FAG JOURNAL OF HEALTH (FJH), 2(1), 117-126. https://doi.org/10.35984/fjh.v2i1.185
Seção
Artigos de revisão