PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS CASOS DE SUICÍDIO EM IDOSOS NO PERÍODO DE 2015 ATÉ 2019 DO MUNICÍPIO DE CASCAVEL-PR

  • Angelica Bolzan Streda FAG
  • Ana Paula Sakr Hubie
Palavras-chave: Suicídio, Envelhecimento, Fatores de risco

Resumo

O presente trabalho teve por objetivo fazer uma análise do perfil epidemiológico dos casos de suicídio na população acima de 60 anos na cidade de Cascavel-PR no período de 2015 até 2019. Entende-se que o crescimento da população idosa traga questionamentos acerca do envelhecimento com qualidade de vida e por vezes os sentimentos de tristeza se sobressaem gerando depressão. O ato suicida em idosos tem diversos fatores de risco envolvidos como, por exemplo, solidão, perda de entes queridos, sentimento de inutilidade, doenças crônicas, afastamento do meio profissional, entre outros. Na população idosa percebe-se que a prevalência é maior em homens e os métodos são mais letais. O estudo em questão fez uma análise quantitativa, qualitativa e descritiva, de forma retrógada, utilizando dados de 2015 a 2019 com origem do banco de dados da Secretaria de Saúde no município de Cascavel-PR. Foram utilizadas informações das fichas de notificação compulsória de suicídios na faixa etária acima de 60 anos no período proposto. Os elementos verificados no levantamento epidemiológico comprovam a abordagem teórica. Deve-se, portanto, buscar uma rede de apoio profissional e familiar a fim de evitar tais ocorrências.

Referências

CAVALCANTE, Fátima Gonçalves; MINAYO, Maria Cecília de Souza. Autópsias psicológicas e psicossociais de idosos que morreram por suicídio no Brasil. Ciência & saúde coletiva, v. 17, p. 1943-1954, 2012.

CÔRTE, Beltrina; KHOURY, Hilma Tereza Tôrres; MUSSI, Luciana Helena. Suicídio de idosos e mídia: o que dizem as notícias?. Psicologia USP, v. 25, n. 3, p. 253-261, 2014. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/0103-6564D20140003

FIGUEIREDO, Ana Elisa Bastos et al. É possível superar ideações e tentativas de suicídio? Um estudo sobre idosos. Ciência & Saúde Coletiva, v. 20, p. 1711-1719, 2015 DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232015206.02102015

FIGUEIREDO, Ana Elisa Bastos et al. Impacto do suicídio da pessoa idosa em suas famílias. Ciência & Saúde Coletiva, v. 17, p. 1993-2002, 2012.

FRADE, João et al. Depressão no idoso: sintomas em indivíduos institucionalizados e não-institucionalizados. Revista de Enfermagem Referência, n. 4, p. 41-49, 2015. DOI: http://dx.doi.org/10.12707/RIV14030

LOVISI, Giovanni Marcos et al. Análise epidemiológica do suicídio no Brasil entre 1980 e 2006. Brazilian Journal of Psychiatry, v. 31, p. S86-S93, 2009. DOI: https://doi.org/10.1590/S1516-44462009000600007

MATOS, Ana Isabel Pinto de; MOURÃO, Isabel; COELHO, Eduarda. Interação entre a idade, escolaridade, tempo de institucionalização e exercício físico na função cognitiva e depressão em idosos. Motricidade, v. 12, n. 2, p. 38-47, 2016. DOI: http://dx.doi.org/10.6063/motricidade.6805.

MINAYO, Maria Cecília de Souza; FIGUEIREDO, Ana Elisa Bastos; MANGAS, Raimunda Matilde do Nascimento. O comportamento suicida de idosos institucionalizados: histórias de vida. Physis: Revista de Saúde Coletiva, v. 27, p. 981-1002, 2017. DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-73312017000400007

PINTO, Liana Wernersbach; ASSIS, Simone Gonçalves de. Estudo descritivo das tentativas de suicídio na população idosa brasileira, 2000–2014. Ciência & Saúde Coletiva, v. 20, p. 1681-1692, 2015. DOI: https://doi.org/10.1590/1413-81232015206.03532015

RIOS, Marcela Andrade et al. Completude do sistema de informação sobre mortalidade por suicídio em idosos no estado da Bahia. Jornal Brasileiro de Psiquiatria, v. 62, n. 2, p. 131-138, 2013. DOI: https://doi.org/10.1590/S0047-20852013000200006

SOUSA, Girliani Silva de et al. Circunstâncias que envolvem o suicídio de pessoas idosas. Interface-Comunicação, Saúde, Educação, v. 18, p. 389-402, 2014. DOI: https://doi.org/10.1590/1807-57622013.0241

Publicado
2020-09-02
Como Citar
Bolzan Streda, A., & Sakr Hubie, A. (2020). PERFIL EPIDEMIOLÓGICO DOS CASOS DE SUICÍDIO EM IDOSOS NO PERÍODO DE 2015 ATÉ 2019 DO MUNICÍPIO DE CASCAVEL-PR. FAG JOURNAL OF HEALTH (FJH), 2(3), 338-341. https://doi.org/10.35984/fjh.v2i3.218
Seção
Artigos Originais